terça-feira, 16 de agosto de 2011

É pelas criancinhas!

De: Claudio Padilha
Enviada em: quarta-feira, 26 de agosto de  2009  15:34
Para: Luis Di Vasca
Assunto: Folheto
Olá Luis, tudo em ordem?
Bom, eu sou o Dr. Cláudio Padilha, sou pediatra e peguei o seu contato com a Verônica que fechou um trabalho com você pra loja de cosméticos aqui debaixo da minha clínica. Eu estou necessitando de um desenhista para fazer um folheto e ela te indicou. O negócio é o seguinte, eu decidi fazer uma campanha de conscientização para visitas regulares ao pediatra. Vou precisar de um desenho para esse folheto. A formatação do folheto eu não vou precisar, porque meu filho (que tem uma gráfica) vai fazer por mim, então não precisa fazer nenhum trabalho mesmo, somente desenho. Como agradecimento posso responder uma pergunta que você possa ter sobre a saúde de seus filhos, uma consulta virtual.
desde já agradeço!
um cordial abraço!
Dr. Cláudio Padilha

De: Luis Di Vasca
Enviada em: quarta-feira, 26 de agosto de  2009  16:56
Para: Claudio Padilha
Assunto: RE: Folheto
Oi Cláudio,
Farei o folheto para o senhor, sem dúvida, se o seu filho fará o trabalho, claro que não terá custo, pois eu faria somente um desenho, que não podemos chamar de trabalho, certo? Acho essa "consulta virtual" uma ótima oportunidade de tirar algumas dúvidas que eu realmente tenho enquanto seu desenho não fica pronto. Bem, eu não tenho filhos ainda, mas tenho muitas perguntas sem respostas, por exemplo... se eu conseguisse arranjar uma máquina do tempo e voltasse pra época em que eu tinha 12 anos de idade e de repente, sem querer acaba rolando um clima entre mim e minha versão mais nova, carregada de hormônios e acabamos praticando sexo, isso seria considerado pedofilia (por ainda ser uma criança), homessexualidade (por ser do mesmo sexo) ou estaria simplesmente me masturbando (por ser sexo comigo mesmo)?
Atenciosamente,
Di Vasca
De: Claudio Padilha
Enviada em: quarta-feira, 26 de agosto de  2009  18:40
Para: Luis Di Vasca
Assunto: RE: RE: Folheto
Que que é isso, rapaz? isso é uma brincadeira ou o que? por acaso é pergunta que se faça?
 
De: Luis Di Vasca
Enviada em: quarta-feira, 26 de agosto de  2009  21:30
Para: Claudio Padilha
Assunto: RE: RE: RE: Folheto
Oi Cláudio,
na realidade não sei se é pergunta que se faça, você falou que esclareceria minhas dúvidas acerca das crianças. Eu só não sabia que você estabelecera regras para as perguntas. Bem, então aqui vai outra: É certo atirar em uma criança assim que ela se transformar em zumbi, ou acha melhor esperar um pouco pra ela perder completamente a consciência humana e se tornar somente um monstro feroz comedor de cérebros? Ou ainda, acha melhor simplesmente correr dela e jamais atacá-la por ter ainda um corpo com as proporções infantis?
Atenciosamente,
Di Vasca
 
De: Claudio Padilha
Enviada em: quinta-feira, 27 de agosto de  2009  10:00
Para: Luis Di Vasca
Assunto: RE: RE: RE: RE: Folheto
Olha garoto, eu realmente não estou vislumbrando o que você está pretendendo com toda essa conversa, você vai ou não fazer o desenho pra mim? Quando eu disse que te daria uma consultoria virtual eu falava sobre coisa séria e você não está respeitando meu trabalho. Você por acaso não tem coração? Isso é pela saúde das criancinhas.
De: Luis Di Vasca
Enviada em: quinta-feira, 27 de agosto de  2009  13:28
Para: Claudio Padilha
Assunto: RE: RE: RE: RE: RE: Folheto
Oi Cláudio,
Apesar de não concordar com o senhor quando diz que não estou respeitando o seu trabalho por causa das minhas dúvidas, vou tentar então não perguntar mais nada pois o senhor está visivelmente respeitando o meu. Desculpe o meu engano, vejo agora que é um trabalho desprendido e filantrópico. Não sabia que cuidaria gratuitamente das criancinhas que conseguisse atrair com sua campanha de conscientização. Te entrego o desenho amanhã, e pra ajudar mais ainda eu vou ao orfanato perto de casa e deixar avisado que você cuidará de todas sem cobrar nada.
Atenciosamente,
Di Vasca
De: Claudio Padilha
Enviada em: quinta-feira, 27 de agosto de  2009  14:59
Para: Luis Di Vasca
Assunto: RE: RE: RE: RE: RE: RE: Folheto
RAPAZ, NÃO FAÇA ISSO! Em momento algum eu disse que faria consultas de graça por aí. Mas nem por isso não é uma causa importante, uma mãe que leva seu filho ao pediatra regularmente tem mais chances de mantê-lo sempre saudável, pagando a consulta ou não
 
De: Luis Di Vasca
Enviada em: quinta-feira, 27 de agosto de  2009  15:32
Para: Claudio Padilha
Assunto: RE: RE: RE: RE: RE: RE: RE: Folheto
Oi Cláudio,
Bem, então não preciso me sentir mal, não é mesmo? Pois com meu desenho estaria ajudando as criancinhas da mesma forma, tendo você pago a ilustração ou não. Mas como não é um trabalho filantrópico ainda vou cobrar a resposta de uma pergunta, posso fazer outra?
Atenciosamente,
Di Vasca
 
De: Claudio Padilha
Enviada em: quinta-feira, 27 de agosto de  2009  15:41
Para: Luis Di Vasca
Assunto: RE: RE: RE: RE: RE: RE: RE: RE: Folheto
Vai se foder moleque, não faça mais pergunta alguma!! Só porque não vou fazer consulta de graça, você acha que isso aqui não é trabalho? Que não é importante?

De: Luis Di Vasca
Enviada em: quinta-feira, 27 de agosto de  2009  16:00
Para: Claudio Padilha
Assunto: RE: RE: RE: RE: RE: RE: RE: RE: RE: Folheto
Parabéns Dr. Padilha! O senhor, com estas últimas questões, está a um passo de ser libertado da Matrix!
Atenciosamente,
Di Vasca

73 comentários:

  1. Hahahaha Muito bom! O cara quer que respeite o trabalho dele e ele não respeita o seu. Um tremendo babaca!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom!
    Ilustrador 1 x 0 médico!!!

    ResponderExcluir
  3. Babaca...

    "então não precisa fazer nenhum trabalho mesmo, somente desenho"

    ResponderExcluir
  4. incrível semelhança dessa situação com a que vive um programador

    ResponderExcluir
  5. Opa .. esse ai foi quase convertido!!!

    ResponderExcluir
  6. Eu dou risada dos títulos antes de ler a postagem

    ResponderExcluir
  7. Caraio, o cara quer respeito pelo trabalho dele desrespeitando o trabalho alheio?!

    ResponderExcluir
  8. esse é tããoo babaca que acho que nem entendeu que sua reação foi pela falta de respeito que ele teve primeiro!

    ResponderExcluir
  9. Eu acho que a resposta para questão da viagem no tempo seria "todas as anteriores".

    ResponderExcluir
  10. Tinha de ser médico terreno...rs. XD

    ResponderExcluir
  11. É engraçado a contradição que o tal MÉDICO, formado na universidade S.E.M.A.N.C.O.L., fez com a profissão dele e a de um ilustrador.

    Fazer um desenho, para uma campanha publicitária do consultório dele não é trabalho, mas agora, atender crianças e medicar com um xarope, e no final dar uma bala, é considerado trabalho, e HUMANITÁRIO.

    É por essa gentalha que o Brasil se encontra no estado que está.

    ResponderExcluir
  12. Caraca Di Vasca, você é meu ídolo!

    ResponderExcluir
  13. O melhor é o cara considerar o trabalho dele digníssimo e o desenho uma coisa qualquer.

    Gostei da pergunta sobre voltar no tempo :P

    ResponderExcluir
  14. Uma dúvida que me corroeu: Quanto será que custa uma "consulta virtual" com um pediatra? Ele manda a criança mostrar a língua pela webcam?

    ResponderExcluir
  15. Não sabia que as criancinhas a serem beneficiadas eram o bolso dele ahahahaha

    ResponderExcluir
  16. KKKKKKKKKKKKKK, esse pediatra interesseiro levou o que merecia! Parabéns!

    ResponderExcluir
  17. Putz cara. Acabei de descobrir o teu blog e não parei pra nada enquanto não terminasse e lê-lo inteiro. KKKKK. Arrebenta na arte, no cinismo e nas respostas. Vingando a classe e outros profissionais que passam pelas mesmas situações. Parabéns pelo blog e pelas respostas.

    ResponderExcluir
  18. Duvido que sejam todas as historias contadas aqui sejam verdade mesmo... Afinal esse cara é mais mal do que o Pica-pau. Ele só se dá bem... Ainda mais que ele disse que troca os nomes pra poder preservar as identidades dos envolvidos, quem garante que ele nao manipula a historia ao seu favor. E outra cansado de não ter reconhecimento do seu trabalho, procure outro. Realmente a arte não é nem um pouco valorizada, mais ficar pagando de intelectual pra deixar as situações cômicas não vai resolver o seu problema.

    ResponderExcluir
  19. Parabéns, cara!! Phueda..Puta talento!!

    ResponderExcluir
  20. Rafael disse tudo. Duvido que as histórias aqui sejam reais, e querer valorizar sua profissão é a mesma coisa que querer que todas profissões sejam bem vistas, do gari até o médico.

    ResponderExcluir
  21. E eu que pensei que desenhar era um trabalho. Que decepção !!!!!
    E outra, tem que valorizar, sim, independentemente de ser verdade ou não, e ser desenhista ou não !
    Quem não gosta, tem a opção de não acessar.
    Continue, Di VAsca !!!!!
    Abração !!!

    ResponderExcluir
  22. Horarios exatos com um ou outro em minutos quebrados pra disfarçar.

    Alguns devem ser verdade. A maioria acho que é inventado ou aumentado/manipulado.

    ResponderExcluir
  23. E pensar que (teoricamente) um médico deveria ser inteligente...

    ResponderExcluir
  24. O brasileiro e a sua velha mania de achar que pimenta no dos outros é refresco... xingar ou subestimar o trabalho dos outros é totalmente válido, desde que não se fale nada a respeito do próprio :-P

    ResponderExcluir
  25. Bem posso dizer por mim. Recebo pelo menos 3 propostas desse tipo por semana. Não teria porque inventar histórias como essa. A diferença é que o DiVasca responde como se deve e eu "Agradeço a oportunidade mas não vou poder no momento". Quem acha que tudo isso não acontece é porquê provavelmente não atua no ramo.

    Passei um orçamento ontem e o cara respondeu "Mas vc é muito arrogante mesmo!". Sério, imagina esse cara na mão do DiVasca? Seria mais um desses emails do blog.

    3 salves para o DiVasca que tem a coragem que eu não tenho!

    E mais uma vez SSSIIIMMMm essas coisas são cotidiano na profissão.

    ResponderExcluir
  26. o zakum e o rafael estão com inveja por não ter culhões, fato!

    ResponderExcluir
  27. Isso eh normal no ramo... Pergunte para o caraquanto vale uma consulta, quanto vale a ilustração, e depois veja as horas de trabalho... Sem comparação."...

    ResponderExcluir
  28. zakum e rafael são nicks fakes do Paulo José... kkk

    ResponderExcluir
  29. Di Vasca, mais uma vez parabéns!

    "Zakum disse...

    Rafael disse tudo. Duvido que as histórias aqui sejam reais, e querer valorizar sua profissão é a mesma coisa que querer que todas profissões sejam bem vistas, do gari até o médico.
    "
    Primeiro que todas as profissões deveriam sim ser valorizadas. Já imaginou se todos os garis da cidade fizessem greve, o inferno que seria isso aqui? Não é pq o cara cata lixo, que deve ser desmerecido!

    Continue Di Vasca, voce é um ótimo Ilustrador e sabe como poucos colocar certas pessoas no seu devido lugar!

    ResponderExcluir
  30. Esse PJ é um ridículo mesmo. Ainda perde tempo criando nicks fakes achando que tem otário por aqui. Zakum = Rafael = PJ = Bullshit.

    Vai se tratar seu mané.

    ResponderExcluir
  31. vc ta ferrando o meu trabalho, não consigo parar de ler aqui kkkkkkk

    ResponderExcluir
  32. Verdade ou não, importante é que são histórias engraçadas (para nós que não sofremos :P).

    :)

    ResponderExcluir
  33. Cara,

    Vc é quase o Dr. House dos ilustradores huahuauha, pelo menos uma versão mais irônica e demoníaca!! rs...

    Faz um favor, faz um desenhinho pra mim que eu pago com meus elogios!! :P

    ResponderExcluir
  34. Quanto, Di Vasca pela senha do e-mail? Pra ler todas preciosidades com o nome verdadeiro, poder procurar no facebook, lista telefônica...

    ResponderExcluir
  35. Se eu disser que passei 5 anos com situações DIÁRIAS piores que essas, mas em relação a um pseudo-namoro? Difícil imaginar ou entender? Pois é... Tem todo tipo de gente nesse mundo.
    Trabalho com TI e sei as respostas e pedidos que recebo. Inclusive de familiares, amigos, colegas, vizinhos, conhecidos, gente da natação, igreja, cursos, etc... É uma festa de sem noções!
    Se eu fosse atender a todos e não cobrar nada... tá louco. O que me devem já daria pra eu estar MUITO bem de vida financeiramente... não rico, mas com minhas coisas pessoais ok...
    Meu irmão é músico e passa igual ou pior. Acredite.
    Meu pai presta serviço de táxi. Mas a família e a igreja acham que ele é rico e deveria levar e trazer todos o tempo todo de graça... É roça.
    Sem comentários. Mundo biruta. Só vinde a mim só... honrar compromissos e palavra... pffff....

    ResponderExcluir
  36. incrível semelhança dessa situação com a que vive um programador (2)

    hahahaha...

    acho que vou mandar alguns emails pra vc Divasca...

    O pessoal diz: "É só fazer um programinha para controlar minhas vendas" ...

    Contextualizando:
    programinha = "desenhozinho"

    Aí vc manda o orçamento para o cara e ele: "Puta merda, que caro... isso o sobrinho de 17 anos do tio da filha do porteiro que trabalha no prédio ao lado do meu trabalho consegue fazer e me cobra 10% do valor!!!"

    kkkkkkk

    Mt bom!

    ResponderExcluir
  37. Naum sei se o Zakum ou o Rafael sejam o PJ, mas com certeza é a mesma pessoa e provavelmente alguém que o Divasca esculachou.

    Quem trabalha na área sabe que se ouve isso no cotidiano, cheguei a parar de trabalhar com web por causa do desrespeito que se tem nessa área.

    E só um babaca pode achar que todas as formas de trabalho não precisa se ter respeito!

    ResponderExcluir
  38. Rafael é Faker, mas o Zakum não é...

    Rafael, sinceramente? Vai se tratar kra!

    Por mais que as histórias sejam falsas (o que eu dúvido mto, pq está cheio de gente assim por aí) o Divasca é criativo, sarcástico e inteligente.

    Meu amigo, se vc está com inveja nao adianta criticas sem fundamentos... simplesmente seja melhor!

    ResponderExcluir
  39. Olha eu acredito que seja verdade pq já recebi propostas assim.
    Mas eu colocaria junto um pequeno sermãozinho..

    ResponderExcluir
  40. zakum e o rafael estão com inveja por não ter culhões, fato! (2)

    Sou advogado e coisas muito parecidas também ocorrem com a gente. É so uma separaçãozinha..tá muito caro ! Ah, é uma defesinha simples...etc, etc, etc...

    Quem acham que as coisas não acontecem desta forma em quase todas as profissões, é porque NUNCA TRABALHOU

    ResponderExcluir
  41. É, é mentira... A reação das pessoas é sempre muito parecida. Até a linguagem é meio parecida.

    Mesmo assim, a proposta é mto boa...

    ResponderExcluir
  42. Picareta tem uma linguagem universal, Nathan

    ResponderExcluir
  43. Bem, ver esse blog é melhor que ver blog de horntail pendants... problem? /trollface

    ResponderExcluir
  44. Que babaca!
    Exige que respeite a profissão dele, mas não a sua.

    ResponderExcluir
  45. O meu brother é arrebatar porra! chorei de rir, vc é uma piada ambulante. Espero ler tuas troladas na Chepters.com.br abço.

    ResponderExcluir
  46. Na minha opinião, algumas são baseadas em fatos reais, com ajustes, e outrtas inventadas.
    Mas isto não importa, o Divasca escreve muito bem, tem um "timing" perfeito para humor. Seus desenhos são bons, mas seus textos são melhores ainda.
    Com relação ao "pelas criancinhas" ainda cabia um incestozinho.
    No meu caso, mando logo tomar no cú ou nem respondo, não tenho saco nem tempo para isso, mas o DiVasca reverte este tempo perdido em marketing, pois este blog vai crescer muito e rápido.

    ResponderExcluir
  47. O pessoal precisa ler mais, nossa. Interpretação de texto passou, hábito de leitura passou longe. TÁ NA CARA que as histórias são ficcionais -- porém inspiradas em situações reais por que passam os ilustradores freelas. A intenção, com o exagero, é fazer HUMOR.

    Aí vem um semi-letrado se achando o máximo comentando "ai, essas histórias não são verdade, o DiVasca tá inventando". Cê jura, filho? Que vc só percebeu isso agora? Vou te contar...

    ResponderExcluir
  48. (mas sinceramente não sei o que é pior. Se é o cara que vem aqui "desmascarar" o Divasca como se só ele tivesse o dom de perceber que as histórias não são 100% verdadeiras ou se é a horda de leitores que acreditam mesmo que tudo é verdade. "Parabéns, você arrasou, esse cara é um babaca", etc. Triste.)

    ResponderExcluir
  49. cara, vc é um gênio !
    Libertá-lo da Matrix ! mto bom !! heheheh

    ResponderExcluir
  50. que seja mentira, ou não, é mto bom !

    ResponderExcluir
  51. Ae Divasca,

    Fala pro Dr. que agora consulta virtual não pode mais.
    http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2011/08/medicos-terao-regras-do-cfm-para-uso-de-redes-sociais-partir-de-sexta.html

    ResponderExcluir
  52. hahahahaha comecei a rir logo do início!

    ResponderExcluir
  53. - fiquei sabendo que o Sr. é pediatra... faz assim, meu filho tá doente, vc faz a consulta e eu faço uma caricatura sua, sou ilustrador! Combinado?

    ResponderExcluir
  54. O médico te ofereceu uma consulta virtual? Você deveria te pego, registrado e denunciado para o CFM just for the lulz.

    ResponderExcluir
  55. É mesmo @Jess... não existe consulta médica virtual hahaha. Só em programas do SBT dia de semana a tarde.

    ResponderExcluir
  56. "Não é nenhum trabalho mesmo, só o desenho".
    "Realmente, não é nenhum trabalho! Afinal, sou ilustrador porque invoco o espírito de grandes artistas do passado, e eles psicografam os desenhos para mim. Não há nenhum esforço da minha parte! Aliás, eu preciso encontrar um trabalho de verdade para mim, porque o Sindicato das Almas Perdidas está me criticando pelo uso das Almas Perdidas como mão-de-obra escrava."

    ResponderExcluir
  57. "Isso é pela saúde das criancinhas."

    Ah tá, ele fez as consultas e tratamentos de graça e depois deve ter ido pra África pra continuar essa linda campanha humanitária por lá. Que maldade Di Vasca, podia ter ajudado.

    ResponderExcluir
  58. Humor genial e inteligente. Se eu soubesse desenhar, faria um desenho com o médico testando o reflexo de uma criancinha com o martelinho de borracha no joelho e ela ao mesmo tempo dando um chute nos culhões do médico.

    Que oportunidade ! que pena, mas você é genial.

    AS PESSOAS TEM MANIA EM LEVAR VANTAGEM EM TUDO. ISSO É ODIOSO.

    oH PAÍS DE MERDA!

    ResponderExcluir
  59. Cara... Vc é gênio! Mandei o blog pra TODOS meus amigos. Vai ficar rico só com os cliques, HAHAHA

    ResponderExcluir
  60. Dr. Cláudio Padilha Chega ao balcão de certa copanhia aérea e diz:
    "- Olá, a senhora tem filhos?
    - Sim, responde a atendente.
    - Se tens aguma duvida que eu, como pediatra, possa sanar, fique à vontade.
    - Mas para que isso? - retruca a atendente.
    - Vamos fazer essa troca de faores. Te faço uma consulta e vc me dá a passagem de ida e volta, ignora o excesso de babagem e ainda me deixa isento das taxas de embarque."

    ResponderExcluir
  61. Queria saber como terminam essas histórias. Melhor: queria ter o e-mail desses caras... hahahaha

    ResponderExcluir
  62. "não precisa fazer nenhum trabalho mesmo, somente desenho"

    Após terminar a licenciatura, vou ouvir: "você trabalha ou só dá aula?"

    ResponderExcluir
  63. Airí, vai mesmo. E vai se preparando para escolar particulares oferecendo 7 reais a hora-aula. Embora eu ainda ache tudo isso bem menos ruim que a enorme dificuldade em ter respeito dos alunos.

    Acho curioso as pessoas que dizem: "Tá insatisfeito com o reconhecimento do seu trabalho? Troque de trabalho." Ah, sim, porque é muito fácil. Basta fazer outra faculdade e viver de luz durante mais quatro ou cinco anos. E, claro, dar a sorte da segunda profissão também não ser mais uma das muitas desconsideradas pelos clientes idiotas e sem-noção.

    Não, não, os sem-noção é que estão certos. Vivamos num mundo sem ilustradores, esses seres malditos que não gostam de trabalhar de graça...

    ¬¬

    ResponderExcluir