terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Sobre o carnaval

Apesar de não gostar de carnaval e ter minha opinião a respeito, que não pretendo comentar nesse post, o carnaval deste ano - E de uns tempos para cá - me deixou uma impressão muito forte e apocalíptica acerca do ideal de beleza do corpo feminino que vem mudando e que me assusta muito. Esta "evolução" mostra minha profecia sobre o que pode acontecer se não sacanearmos muito agora.

65 comentários:

  1. "o que pode acontecer se não sacanearmos muito agora", HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA... Genial!

    ResponderExcluir
  2. Se continuar do jeito que estar as 'musas do carnaval' não vão nem virar gorilas, mas sim trolls da montanha ou ogros.Vão até desfilar com aqueles porretes de madeira.

    ResponderExcluir
  3. Ainda bem que mais pessoas compartilham dessa mesma opinião, kkk. E olha que a de 2003 já tava "grandinha".

    ResponderExcluir
  4. E teve gente que falou que a Ellen Rocche tava "gorda"!
    Prefiro a Ellen do que a tal traveca do Belo lá.

    ResponderExcluir
  5. Eh uma bela desculpa para eu não ir na academia "porque não quero ficar igual aquelas bombadas de escola de samba".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a academia é legal, mas não precisa exagerar né, tenho medo das mulheres de hoje, daqui a pouco vão estar mais fortes do que a gente kkkkkkkkkk

      Excluir
    2. Como se fosse simples e magico assim. Ir pra academia e ficar fortona. Com alguns anos treinando muito forte e todas aquelas recomendações de disciplina e quem sabe alguma coisa ilícita para complementar, talvez, é, talvez, as moças fiquem "bombadas". Por isso, vá a academia sem medo.

      Excluir
  6. Ae, man !
    Muito boa.
    Digitei "Di Vasca" no Google e veio a opção " Di Vasca morreu".
    HahhAhaha

    Abração

    ResponderExcluir
  7. Que porcaria, hein, Divasca. Fica um tempão desaparecido e, quando volta, é com quadrinho para fiscalizar o corpo feminino.

    Era melhor ter ficado longe. Não tinha decepcionado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo! Fica nos obrigando a vir a sua página pra ver isso! Faça o favor de nunca mais fazer isso! É muito feio! E apareça sempre com idéias novas e boas, exijo comprometimento!

      Excluir
    2. Puta que pariu. Tem feminista insuportável em qualquer canto agora.

      Excluir
    3. É isso aí, Flameskin, você captou o espírito. =D

      Excluir
    4. Nossa Jéssica, fica um tempão sem fazer comentário e quando volta é pra fiscalizar ilustração dos outros.

      Era melhor ter ficado longe. Não tinha decepcionado.

      (A propósito, se eu fosse você pediria que o Divasca me reembolsa-se a mensalidade que paga no blog)

      Excluir
    5. Captei. E pra deixar mais claro: É chato pra caralho.

      Nunca vi nego se divertir tanto catando pelo em casca de ovo.

      (E também acho que você devia pedir um reembolso.)

      Excluir
    6. Gente, por favor. Não tentem copiar o humor do Divasca. Vocês não sabem fazer trocadilhos geniais. Vocês não são engraçados. :(

      E DiVasca: vou considerar esse apenas um deslize. Espero que você não se torne mais um ilustrador machista, escroto e classe média como tantos por aí.

      Excluir
    7. Ouviu Divasca... Se deslizar de novo haverá retaliação por parte das moças de classe média. FUJAM PARA AS COLINAS.

      Excluir
    8. Tem feminista insuportável em qualquer canto porque tem machista cretino em todo lugar.

      Excluir
    9. "Gente, por favor. Não tentem copiar o humor do Divasca. Vocês não sabem fazer trocadilhos geniais. Vocês não são engraçados. :("

      Eu te chamei de insuportável e você acha que a gente tá tentando ter graça? =D

      Ninguém é obrigado a ser feminista em lugar nenhum. Leva a ideologia de vocês pro inferno e para de encher o raio do saco. Povo irritante do cacete...

      Excluir
    10. Quanta hostilidade só pq ela expressou uma opinião. Relaxa ai pessoal.

      https://www.youtube.com/watch?v=TWY52_6hj40

      Excluir
    11. Hahaha, baixou o nível, @Flameskin. Perdeu.

      E pode deixar que eu levo o feminismo pro inferno sim, e para todos os cantos em que for preciso. E isso inclui aqui.

      Excluir
    12. Own que fofo, a moça de classe média declarou vitória. Que seja feita sua vontade.

      Excluir
    13. Venho aqui dar risada (alguns comentários são melhores que o post em si) e acabo morrendo de tédio com mais essa discussão ideológica que deu o que tinha que dar já lá na época da Simone de Beauvoir e... e... zzzzzzzzzzzzzzzzzz...

      Excluir
    14. Feminazis everywhere, vai te catar, Jéssica Chatoline

      Excluir
    15. E ainda acha que esse piti ridículo é "feminismo". É não, guria, isso aí é só megerice sua mesmo, ô "fiscal"

      Excluir
    16. isso não é feminismo, é só burrice mesmo, feminista de verdade é aquela que exige os direitos das mulheres, isso aí é só uma musculosa que parece homem querendo que a "beleza" dela seja aceita

      Excluir
    17. Na verdade, eu nem vejo por que reclamar disso. O Di Vasca está dizendo que ele, ELE não curte esse tipo de beleza. É direito dele. Ele não está "fiscalizando o corpo feminino" nem obrigando ninguém a ser como ele quer. Porra, eu CONHEÇO gente que curte mulher musculosa, é opinião deles. Agora, quem quer impedir os outros de expressar opinião é você, Jéssica.
      Eu nunca pensei que usaria esse termo, pois, apesar de ser homem, sou feminista ativo há bastante tempo, mas, puta que pariu, você é uma feminazi.

      Excluir
    18. Menina insuportável do cacete.

      Palmas pro Pedro Castilho.

      Excluir
    19. Porra gente, o DiVasca tem todo direito de postar um desenho com a opinião dele quanto a menina tem direito de comentar com a opinião dela, é pra isso que servem os comentários.

      Nego não pode ver uma crítica que já fica todo mordido.

      Excluir
    20. PS: também me considero feminista e não achei que esse post foi fiscalização do corpo feminino.
      Pelo que entendi, ele tava zoando um padrão de beleza... é aquele padrão da "mulher gostosa" que anda bem popular nos últimos tempos.

      São coisas parecidas, mas com uma diferença sutil... fiscalizar corpo alheio é ficar ditando como é certo ou errado ser. Criticar um padrão de beleza é criticar justamente essas imposições.

      Excluir
  8. Di Vasca, andam reproduzindo seu trabalho sem dar crédito no Facebook. A página é uma tal de "quer café".

    ResponderExcluir
  9. Di Vasca, copiaram este trabalho seu, arrancaram o rodapé com os créditos e estão usando no Facebook.

    http://www.facebook.com/photo.php?fbid=541843655836409&set=a.480793065274802.107485.177537108933734&type=1&theater

    ResponderExcluir
  10. Sensacional a imgaem, uma pena terem retirado os créditos ao postarem no Facebook. Quando fazem um share a idéia deveria ser creditar o autor, e nunca fingir que "apareceu" por mágica. Parabéns pelo talento!

    ResponderExcluir
  11. Em compensação, em 2033 as mulheres não precisarão de fantasias, hehehe!

    ResponderExcluir
  12. Grande DiVa!

    Eu nunca desisti e fui recompensado... o home tá de vorta!

    Cara, de repente me deu uma saudade do Paulo José... onde será que ele anda?

    ResponderExcluir
  13. A bunda da Gracyanne é tão dura que o seu recalque bate e volta rá!

    Cada um tem o corpo que quer, não o que você acha que deve ser.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A questão é saber se a Gracyanne tem o corpo que ela quer, ou o corpo que ela acha que os outros querem pra ela, visto que só aparece em carnaval e biquíni.
      Não se trata de moralismo, mas desconfio que ela seja explorada e oprimida, de uma forma dissimulada e disfarçada de bajulação.

      Excluir
  14. bem vindo de volta. Não importa porque foi, e sim, que voltou.

    Realmente estão usando essa ilustração no face sem os créditos...

    ResponderExcluir
  15. Realmente esse padrão de beleza de mulheres bombadas/siliconadas ao extremo é bizarro. Será que elas acham que alguém acha isso atraente?

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Com base no texto,é possível interpretar que ideologias preconceituosas seduzem as pessoas,nem sempre verdadeiras beneficiadas,sendo reafirmadas várias vezes(por panfletos,discursos etc),subdividindo o mundo em bons(ao que os ouvinter pertencem) e maus(vítimas do preconceito) por meio de "agitadores".As pessoas indentificam nesses oradores alguém comum mas ao mesmo tempo superior a elas e são levadas a acreditar cegamente no que ele diz por necessitarem se identificar com uma ordem estabelecida,possuírem uma fraqueza de caráter.

    ResponderExcluir
  18. Com base no texto,é possível interpretar que ideologias preconceituosas seduzem as pessoas,sendo reafirmadas várias vezes(por panfletos,discursos etc),subdividindo o mundo em bons(ao que os ouvinter pertencem)e maus(vítimas do preconceito)por meio de ‘agitadores’.As pessoas indentificam nesses oradores alguém comum mas ao mesmo tempo superior a elas e são levadas a acreditar cegamente(ignorância)no que ele diz por necessitarem se identificar com uma ordem estabelecida,possuírem uma fraqueza de caráter(medo gerado inconscientemente por fenômenos como crises econômicas e trasnformações na estrututra familiar).Assim as pessoas são levadas a demonstrar ódio por aquilo que foge do padrão mostrado a elas.

    ResponderExcluir
  19. Com base no texto,é possível interpretar que ideologias preconceituosas seduzem pessoas,sendo reafirmadas várias vezes(por panfletos,discursos etc),subdividindo o mundo em bons(ouvintes)e maus(vítimas do preconceito)por meio de ‘agitadores’.As pessoas indentificam nesses oradores alguém comum,mas ao mesmo tempo superior a elas e são levadas a acreditar cegamente(ignorância)no que ele diz por necessitarem se identificar com uma ordem estabelecida,possuírem um medo gerado inconscientemente por fenômenos como crises econômicas e trasnformações na estrututra familiar.Assim as pessoas são levadas a demonstrar ódio por aquilo que foge do padrão mostrado a elas.

    ResponderExcluir
  20. Segundo John Locke, o povo tem o direito de se rebelar contra o governo caso haja uma violação de seus direitos naturais(liberdade,vida e propriedade privada) ou o uso do poder sem amparo do legislativo,aquele que regulamenta e serve de “árbitro” imparcial para o julgamento e para impedir o estado de guerra,pois nesses casos o governo entrará em estado de guerra com o povo e assim deixará de existir o estado civil(o povo não deverá mais obediência ao governo) e voltará o estado de natureza,em que é legitimo o uso da força para defender seus direitos.

    ResponderExcluir
  21. Bem assim mesmo, hauiehaiusheia!
    Bem vindo de volta Divasca! O exército da ironia criativa foi despertado mais uma vez.

    ResponderExcluir
  22. Não vou nem comentar que vi 1 LARANJA na Monga.

    ResponderExcluir
  23. Eu pensava que a última seria o Blanka, ou a penúltima, já que a Monga com laranja no peito foi uma ótima

    ResponderExcluir
  24. Poxa, esse desenho é seu? Vi ele outro dia no face, sendo compartilhado sem essa marca d'agua. Se por acaso voltar a ser compartilhada, eu coloco teu nome nos coments. (nada pior que não receber os créditos pelo seu ganha pão)


    Ps,: Eu não duvido nada que realmente acabe assim.

    ResponderExcluir
  25. Então você é o autor dessa babaquice?

    ResponderExcluir
  26. Kibaram grandão sua arte Di Vasca...
    A página Quer Café do Facebook tirou os créditos e ta lá ganhando compartilhadas e curtidas xP
    povo miséra

    ResponderExcluir
  27. Parabéns! Adorei a crítica. Para nós mulheres isso é extremamente presente no nosso dia a dia.

    ResponderExcluir
  28. Se é padrão, porque quase ninguém gosta? Acho que ele tava se referindo às "musas" dos desfiles de carnaval. Não se vê à toda hora mulheres assim na rua ou mesmo querendo ficar assim.

    ResponderExcluir
  29. não da para generalizar gente, mas que tem sentido sim, em partes, com certeza. bacana a montagem da evolução do funk, este sim é assustador!!

    ResponderExcluir